Os Santos e Encarnações


Aqui estão breves dados biográficos sobre os santos e encarnações (listados alfabeticamente) cujos dias de aparecimento e desaparecimento se encontram no calendário vaisnava.

O calendário usa o termo “aparecimento” para denotar o nascimento destas grandes almas e encarnações e o termo “desaparecimento” para denotar sua partida deste mundo. Descrições mais completas serão encontradas nos livros de Sua Divina Graça A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, especialmente o Sri Caitanya-caritamrta.

ABHIRAMA THAKURA foi um dos pregadores mais vigorosos entre os associados do Senhor Nityananda Prabhu. No humor de um vaqueirinho, Sri Abhirama Thakura conduzia um chicote chamado Jaya Mangala. Quem que ele golpeava com este chicote, se tornava pleno de Krishna-prema, amor por Deus. Se Abhirama Thakura oferecesse reverências a qualquer pedra diferente de uma shalagrama-shila sagrada, esta estouraria imediatamente em pedaços. Abhirama Thakura usou a casa dele para pregar e para servir aos vaishnavas peregrinos. Sua casa constantemente ressoava com kirtana e tópicos de Krishna. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 11.13).

ADWAITA ACHARYA, um associado íntimo de Sri Caitanya Mahaprabhu, é considerado uma encarnação de Sadashiva e Maha-Vishnu. Foi devido às suas súplicas que Sri Caitanya Mahaprabhu desceu a este mundo. Vendo a condição degradada das pessoas em Kali-yuga, a Era das Desavanças, Sri Adwaita Acharya adorou o Senhor Krishna nas margens do Ganges, molhando com sua água a planta tulasi, clamando e implorando ao Senhor que viesse livrar as almas do sofrimento. Por causa da pura devoção e compaixão de Sri Adwaita Acharya, o Senhor Krishna desceu como Sri Caitanya Mahaprabhu. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila, Capítulo 6).

BALADEVA VIDYABHUSANA, o autor do Govinda Bhasya, o primeiro comentário Gaudiya do Vedanta-sutra, apareceu em Remuna, Orissa, início dos anos 1600. Em 1706 foi enviado por Srila Vishvanatha Chakravarti Thakura a Galta (perto de Jaipur, Índia) para provar a autenticidade do movimento de Sri Caitanya Mahaprabhu. Os Ramanandis locais (uma filial de Sri vaishnavas) tinham criticado que os Gaudiya vaishnavas, não tendo nenhum comentário do Vedanta-sutra, não era uma linha de sucessão discipular autêntica, e, portanto, eles não tinham nenhum direito de adorar Govindaji ou quaisquer das outras Deidades de Vrindavana. Pela graça de Govindaji, Srila Baladeva Vidyabhushana escreveu rapidamente o comentário do Govinda-bhashya. Ele também escreveu comentários dos Upanishads e do Bhagavad-gita.

SENHOR BALARAMA é a primeira expansão pessoal do Senhor Krishna, a Suprema Personalidade de Deus. Todas as outras encarnações se expandem d’Ele. Nos passatempos do Senhor Krishna, Ele brinca como o irmão mais velho de Krishna. Juntos Krishna e Balarama executam muitos passatempos como vaqueirinhos na terra de Vrindavana. O Senhor Balarama carrega um arado e maça e é conhecido pela Sua grande força. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila, Capítulo 5).

BHAKTISIDDHANTA SARASVATI THAKURA foi o mestre espiritual de Sua Divina Graça A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, o Fundador-Acharya da ISKCON. Srila Bhaktisiddhanta Saraswati Thakura espalhou os ensinamentos do Senhor Caitanya Mahaprabhu poderosamente no início do século vinte. Ele pregou fortemente contra as influências enraizadas do sistema de castas e impersonalismo. Reunindo os estudantes, pedagogos, e outros líderes e escrevendo mais de 108 composições e livros, ele se esforçou para apresentar a consciência de Krishna como sendo uma ciência altamente estimada. Estabeleceu 64 templos, conhecidos como Gaudiya Maths, dentro e fora da Índia.

A. C. BHAKTIVEDANTA SWAMI PRABHUPADA foi o Fundador-Acharya da Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna. Foi ele que retirou os ensinamentos do Senhor Caitanya da Índia e os divulgou no mundo inteiro. Foi o autor do Bhagavad-gita Como É e muitos outros volumes de tradução, comentários, e instrução escriturística.

BHAKTIVINODA THAKURA restabeleceu, ao término do décimo nono século, os ensinamentos do Senhor Caitanya que tinham estado perdido ou falseado. Ele escreveu quase cem livros que explicam a consciência de Krishna, desmascarou pseudo-encarnações de Deus e derrotou concepções errôneas sobre a vida no caminho do serviço devocional. O devoto Srila Bhaktivinoda Thakura era um pregador ativo e o Deputado Magistrado para Jagannatha Puri, Orissa, bem como o pai de dez crianças. Um dos seus filhos era Srila Bhaktisiddhanta Saraswati Thakura. Os biógrafos dizem que Srila Bhaktivinoda Thakura realizou perfeitamente todos os seus muitos deveres.

BHUGARBHA GOSWAMI, junto com seu amigo íntimo Lokanatha Goswami, encontrou lugares sagrados perdidos situados em Vrindavana pela ordem de Sri Caitanya Mahaprabhu. Para evitar distrações materiais, Bhugarbha Goswami executava sua adoração a Krishna em uma caverna. Por causa disto, ele recebeu o nome de Bhugarbha (bhu significa “terra”, garbha significa “caverna” ou lugar escondido). (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 12.82).

SENHOR SRI CHAITANYA MAHAPRABHU é o próprio Senhor Krishna, na forma de Seu próprio devoto. Ele apareceu neste mundo para espalhar o amor por Krishna pelo cantar congregacional dos santos nomes de Deus. Ele apareceu em Sridhama Mayapur, Bengala Ocidental, em 1486. Suas atividades e ensinamentos são descritos em detalhes no livro Ensinamentos do Senhor Caitanya e em vários volumes do Sri Caitanya-caritamrta (também veja Srimad-Bhagavatam, 11.5.32).

DEVANANDA PANDITA era um recitador profissional do Srimad-Bhagavatam que se voltou para o serviço devocional puro durante a época do Senhor Caitanya. Devananda Pandita explicava o Srimad-Bhagavatam por meio de interpretações impersonalistas. Porque ele tinha ofendido um devoto, ele não podia entender a essência do Bhagavatam — amor e devoção a Krishna. Mas quando Devananda Pandita serviu um devoto avançado, o Senhor Caitanya ficou satisfeito com ele e revelou-lhe o caminho da devoção a Krishna. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.77).

DHANANJAYA PANDITA tomou parte em muitos dos passatempos de kirtana do Senhor Caitanya em Navadvipa. Por ordem do Senhor Caitanya, viajou e pregou amplamente a consciência de Krishna. Ele é mencionado no Sri Caitanya-charitamrita como estando entre os criados íntimos do Senhor Nityananda Prabhu. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 11.31).

GADADHARA DASA PANDITA foi um dos pregadores principais do Senhor Nityananda na Bengala. Ele influenciou incontáveis pecadores e ateus a tomarem parte no movimento de sankirtana. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.53).

GADADHARA PANDITA está entre o grupo conhecido como o Panca-tattva, sendo um dos quatro associados mais íntimos do Senhor Caitanya Mahaprabhu, Gadadhara Pandita passou a maior parte de sua vida em Jagannatha Puri adorando a Deidade de Tota-Gopinatha que ainda é adorada em Puri. Gadadhara Pandita é considerado uma encarnação de Srimati Radharani, a consorte eterna de Sri Krishna. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.15 e 16.130-148).

GANGAMATA GOSWAMINI era a filha do Rei Naresha Narayana da Bengala. Desde a infância, ela mostrou profunda devoção a Krishna. Recusando se casar e renunciando ao seu reino, ela foi à procura de um guru autêntico. Em Vrindavana, aceitou Haridasa Pandita como seu guru e tomou instruções dele. Executando severas austeridades, usava apenas trapos e implorava por alimento de porta em porta. Por ordem do seu mestre espiritual, foi para Jagannatha Puri, onde se tornou uma grande pregadora e guru. Centenas de pessoas assistiam aos seus discursos sobre o Srimad-Bhagavatam, e muitas pessoas, inclusive brahmanas, os sacerdotes do Senhor Jagannatha, e até mesmo o rei, a aceitaram como seu mestre espiritual.

GAURIDASA PANDITA é considerado o emblema do amoroso serviço devocional mais elevado a Deus. Ele sacrificou tudo pelo serviço do Senhor Nityananda. O Senhor Caitanya e o Senhor Nityananda apareceram pessoalmente como formas de Deidade em Sua casa. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 11.26-27).

GAURAKISHORA DASA BABAJI MAHARAJA, o mestre espiritual de Srila Bhaktisiddhanta Saraswati Thakura, apareceu no início do século XIX. Viveu uma vida estritamente renunciada como um bhajananandi, ou aquele que executa adoração solitária. Ele era intimamente associado com Srila Bhaktivinoda Thakura, a quem ele respeitava como seu mestre espiritual.

GOPALA BHATTA GOSWAMI, um dos seis Goswamis de Vrindavana, como um jovem menino recebeu a misericórdia do Senhor Caitanya. Enquanto visitava o sul da Índia, o Senhor Caitanya ficou quatro meses na casa de Gopala Bhatta. Em seguida, Gopala Bhatta Goswami se juntou ao movimento de sankirtana do Senhor Caitanya. Ele provou ser um perito nos regulamentos escriturísticos vaishnavas, escreveu livros vaishnava e estabeleceu o templo de Sri Sri Radha-Ramana em Vrindavana. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.105).

GOUR GOVINDA SWAMI MAHARAJA, um discípulo de Sua Divina Graça A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, divulgou a consciência de Krishna ao longo de Orissa. Traduziu muitos dos livros de Srila Prabhupada em Oriya, trabalhou para estabelecer um grande templo da ISKCON em Bhubaneswar, viajou e ensinou a consciência de Krishna pelo mundo, e trouxe muitas pessoas aos pés de lótus de Srila Prabhupada e Krishna. Partiu deste mundo em 1996 em Sridhama Mayapur, no dia do aparecimento de Srila Bhaktisiddhanta Saraswati Thakura, durante a celebração do centenário do nascimento de sua Divina Graça A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada.

GOVINDA GHOSH, um associado íntimo do Senhor Caitanya, era conhecido pelos seus doces kirtanas em Jagannatha Puri nos festivais anuais de Ratha-yatra. O Senhor Caitanya começava a dançar imediatamente sempre que Govinda Ghosh cantava. Govinda Ghosh e seus irmãos Vasudeva e Madhava são os associados eternos do Senhor Caitanya e do Senhor Nityananda Prabhu. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.115, 11.14-15, e 11.88).

HARIDASA THAKURA é considerado o namacharya, o mestre espiritual do canto dos santos nomes de Krishna. Embora ele houvesse nascido em uma família muçulmana, os devotos do Senhor Caitanya o respeitavam como sendo melhor que o melhor dos brahmanas. Ele não comia ou dormia até que terminasse sua cota diária do canto dos nomes de Krishna 300.000 vezes. Junto com o Senhor Nityananda, Haridasa Thakura espalhou o canto do nome de Krishna em toda Bengala. Em Jagannatha Puri, onde Haridasa Thakura passou seus últimos dias, o Senhor Caitanya lhe enviava regularmente prasadam e discutia com ele tópicos de Krishna. Haridasa Thakura morreu enquanto cantava o nome de Krishna na presença de Sri Caitanya Mahaprabhu. Depois da morte de Haridasa Thakura, o Senhor Caitanya levou o corpo dele para o mar e com Suas próprias mãos o enterrou na areia. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.43-47 e Antya-lila, capítulos 3 e 11).

ISHWARA PURI foi o mestre espiritual de Sri Caitanya Mahaprabhu. Embora o Senhor Caitanya, o Senhor Supremo, não precisasse de um mestre espiritual, Ele aceitou Srila Ishwara Puri como Seu guru para estabelecer a importância de se aceitar um mestre espiritual. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 9.11).

JAGADISHA PANDITA viveu perto de Jagannatha Mishra, o pai do Senhor Caitanya, em Sridhama Mayapur. Jagadisha Pandita ajudou o Senhor Caitanya a divulgar o movimento de sankirtana (canto congregacional do nome de Krishna) em Jagannatha Puri. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 11.30).

JAGANNATHA DASA BABAJI MAHARAJA, o mestre espiritual de Srila Bhaktivinoda Thakura, confirmou a descoberta de Srila Bhaktivinoda Thakura do local de nascimento do Senhor Caitanya. Ao chegar ao local de nascimento, Jagannatha Dasa Babaji Maharaja, embora cego e aleijado, saltou bem alto no ar e começou a cantar os nomes de Krishna e a dançar.

JAGANNATHA MISHRA apareceu como o pai do Senhor Caitanya Mahaprabhu. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila, capítulo 13).

JAHNAVA MATA era a esposa do Senhor Nityananda Prabhu. Especialmente depois do desaparecimento do Senhor Caitanya e do Senhor Nityananda, ela se tornou uma figura principal no movimento de sankirtana.

JAYADEVA GOSWAMI é o autor do Gita-govinda, um poema sobre os passatempos de Sri Sri Radha Krishna. Ele apareceu 300 anos antes do advento do Senhor Caitanya. O Senhor Caitanya apreciava ouvir o Gita-govinda cantado pelos Seus associados íntimos. Até hoje o poema é recitado diariamente no templo do Senhor Jagannatha em Jagannatha Puri, Orissa. Jayadeva Goswami também é o autor do famoso Dashavatara Stotra.

JAYANANDA PRABHU era um discípulo dedicado de Srila Prabhupada que o ajudou a introduzir o festival de Ratha-yatra nos Estados Unidos.

JIVA GOSWAMI, o sobrinho e discípulo de Srila Rupa Goswami, era um dos seis Goswamis de Vrindavana. Depois do desaparecimento de Rupa Goswami e Sanatana Goswami, Sri Jiva Goswami se tornou o principal acharya para a comunidade vaishnava. Srila Jiva Goswami foi o maior e o mais prolífico estudante do seu tempo. Ele compôs meio milhão de versos em sânscrito sobre a ciência da devoção e as glórias de Krishna. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.85).

KALIYA KRISHNADASA é mencionado como tendo sido um discípulo de Gauridasa Pandita.

KASISVARA PANDITA serviu como o guarda-costas do Senhor Caitanya em Jagannatha Puri. Outro serviço dele era distribuir prasadam depois do kirtana. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 8.66).

SENHOR SRI KRISHNA é a Verdade Absoluta, a forma original da Suprema Personalidade de Deus. As palavras do Bhagavad-gita são as instruções faladas por Ele, e o Srimad-Bhagavatam inteiro descreve Suas glórias. (Também veja o estudo sumário do Décimo Canto do Srimad-Bhagavatam intitulado Krishna, a Suprema Personalidade de Deus).

LOCANA DASA THAKURA, um discípulo de Narahari Sharakara Thakura, escreveu muitas canções bengalis que glorificam o Senhor Caitanya. Seu trabalho poético mais famoso é o Chaitanya-mangala, uma representação da vida do Senhor Caitanya. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.78-79).

LOKANATHA GOSWAMI era um associado pessoal do Senhor Caitanya. O Senhor Caitanya ordenou que ele e Bhugarbha Goswami encontrassem os lugares santos perdidos de Vrindavana. Anos depois, os seis Goswamis chegaram a Vrindavana e continuaram este trabalho. Lokanatha Goswami construiu o templo de Radha-Gokulananda em Vrindavana. Srila Narottama Thakura dasa foi seu único discípulo. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Madhya-lila 18.49).

MADHAVENDRA PURI era o mestre espiritual do mestre espiritual do Senhor Caitanya Mahaprabhu. Srila Madhavendra Puri estabeleceu a adoração da Deidade de Gopala que é hoje adorada como Srinathaji. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Madhya-lila, capítulo 4).

MADHU PANDITA, um discípulo de Sri Gadadhara Pandita, estabeleceu o templo de Gopinatha em Vrindavana, Índia. Antes de Srinivasa Acharya, Narottama dasa Thakura, e Syamananda Prabhu foram buscar os livros dos Goswamis de Vrindavana para a Bengala, Madhu Pandita abençoou Srinivasa Acharya com uma guirlanda de Sri Gopinatha. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 12.88).

MADHVACHARYA é o principal acharya, ou instrutor espiritual, na Brahma-sampradaya, sucessão discipular vaishnava, da qual a Gaudiya-sampradaya descende. Ele nasceu em Udupi, Sul da Índia, no início do século treze. À idade de cinco anos, ele tomou iniciação, e com doze anos deixou a casa para tomar sannyasa. Madhvacharya estudou os Vedas sob a guia do compilador dos Vedas, Vyasadeva, nos Himalayas. O comentário do Vedanta-sutra de Madhvacharya — Purnaprajna-bhasya — estabelece a doutrina conhecida como Suddha-dvaita-vada. Madhva usou sua erudição para esmagar a filosofia Mayavada (impersonalista) e estabelecer o serviço devocional à Suprema Personalidade de Deus. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Madhya-lila 9.245).

MAHESHA PANDITA era um dos doze gopalas que eram os associados íntimos do Senhor Nityananda. Ele viajou e pregou com o Senhor Nityananda. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 11.32).

MUKUNDA DATTA, o filho de Vasudeva Datta, era um companheiro do Senhor Caitanya. Mukunda Datta tinha uma voz melodiosa, e sabia as complexidades das métricas musicais e ragas. O Senhor Caitanya tomou sannyasa entre o kirtana de Mukunda Datta. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.40 e 17.65 e Madhya-lila 11.137-140).

MURARI GUPTA era um associado eterno do Senhor Caitanya. Ele serviu o Senhor Caitanya em todos os passatempos do Senhor em Navadvipa. Através da profissão de médico, Murari Gupta não só livrava seus pacientes das doenças físicas, mas também da contaminação da energia material. Murari Gupta é considerado uma encarnação de Hanuman, o criado eterno do Senhor Ramachandra. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.49-51 e Madhya-lila 15.137-157).

NARAHARI SARAKARA era um associado pessoal do Senhor Caitanya. Ele servia freqüentemente o Senhor, abanando–O com um camara. Ele também era um grande estudante e poeta. Seus livros Padakalpataru e Krishna-bhajanamrita incluem doces canções que louvam o Senhor Caitanya e o Senhor Nityananda. O célebre Locana dasa Thakura foi seu discípulo. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.78-79).

NAROTTAMA DASA THAKURA foi o principal acharya na linha Gaudiya vaishnava. Ele era o único discípulo de Srila Lokanatha Goswami. Srila Narottama Dasa Thakura ajudou a levar os livros dos Goswamis de Vrindavana para a Bengala e Orissa. Em Kheturi, Bengala, ele inaugurou o primeiro festival de Gaura Purnima depois do desaparecimento de Sri Caitanya Mahaprabhu. Ele é muito famoso pelo seu Prarthana, uma composição de trinta e três canções bengalis.

NIMBARKACARYA era o mais proeminente acharya na Kumara sampradaya, uma das quatro linhas principais de mestres e discípulos vaishnavas. Seu comentário Vedanta-sutra — Parijata-saurabha-bhasya — estabelece a doutrina conhecida como Dwaitadwaita-vada. Ele pregou a consciência de Krishna aproximadamente 300 anos antes do advento de Sri Caitanya Mahaprabhu.

SENHOR NITYANANDA PRABHU apareceu como o associado principal do Senhor Caitanya para espalhar o canto congregacional dos santos nomes do Senhor. Ele divulgou especialmente o santo nome do Senhor em toda Bengala. Ele é considerado uma encarnação do Senhor Balarama. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila, capítulo 5).

PARAMESVARI DASA THAKURA, também conhecido como Parameshwara Thakura, era um associado íntimo do Senhor Nityananda Prabhu. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 11.29).

PUNDARIKA VIDYANIDHI era um discípulo de Madhavendra Puri e o guru de Sri Gadadhara Pandita. Pundarika Vidyanidhi às vezes era mal entendido por ser muito fixo em prazeres materiais, mas só ouvindo a recitação de um verso do Bhagavatam ele entrava em transe. Nos passatempos de Krishna, ele foi Vrishabhanu, o pai de Srimati Radharani. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.14 e Madhya-lila 16.76-81).

PURUSOTTAMA DASA THAKURA era um grande devoto do Senhor Nityananda. Em Goloka Vrindavana, Purushottama Dasa Thakura serve o Senhor Balarama como um vaqueirinho. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 11.38-40).

SRIMATI RADHARANI é a consorte eterna do Senhor Sri Krishna, a Suprema Personalidade de Deus. Ela é a potência de prazer interna do Senhor. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila, capítulo 4).

RAGHUNANDANA THAKURA era o filho do grande devoto Mukunda Dasa. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.78-79).

RAGHUNATHA BHATTA GOSWAMI, um dos seis Goswamis de Vrindavana, foi ordenado pelo Senhor Caitanya a ir para Vrindavana e lá constantemente cantava o mantra Hare Krishna e fazia a leitura do Srimad-Bhagavatam. Diariamente em Vrindavana, ele cantava docemente os versos do Bhagavatam para os residentes locais. Suas lágrimas de puro amor molhavam as páginas do Bhagavatam à medida que ele cantava. Raghunatha Bhatta Goswami nunca criticou alguém. Ele acreditava que todos os vaishnavas estão sinceramente servindo Krishna de acordo com sua realização, e, portanto, deve-se negligenciar suas faltas. Sob sua inspiração, um discípulo rico construiu o templo para as Deidades de Radha-Govinda em Vrindavana. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.152-158).

RAGHUNATHA DASA GOSWAMI, um dos seis Goswamis, numa idade jovem renunciou à sua linda esposa e casa opulenta para se unir ao Senhor Caitanya e ao Seu movimento de sankirtana. Durante dezesseis anos, ele foi o assistente pessoal do secretário do Senhor Caitanya, Swarupa Damodara. Junto com Swarupa Damodara, ele testemunhou os últimos dias do Senhor Caitanya. Depois do desaparecimento do Senhor, ele foi para Vrindavana, onde viveu austeramente, absorto em devoção, na companhia de Srila Rupa Goswami e Srila Sanatana Goswami. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.91-103 e Antya-lila, capítulo 6).

SENHOR SRI RAMACHANDRA é uma encarnação poderosa da Suprema Personalidade de Deus como um rei ideal. Ele apareceu em Treta-yuga, mais de dois milhões de anos atrás. Sob a ordem do Seu pai, Maharaja Dasharatha, o Senhor Ramachandra morou na floresta de Dandakaranya durante quatorze anos, junto com Sua esposa, Sita Devi, e Seu irmão mais jovem, Lakshmana. Depois que o poderoso demônio Ravana seqüestrou Sua esposa, o Senhor Ramachandra, com a ajuda do Seu fiel servo Hanuman, retornou e matou Ravana juntamente com os exércitos de Ravana. A história dos passatempos do Senhor Ramachandra é recontada pelo sábio Valmiki no Seu Ramayana. (Também veja Srimad-Bhagavatam 1.3.22, 2.7.23-25, 5.19.1-8 e Canto Nove, capítulos 10 e 11).

RAMACHANDRA KAVIRAJA foi um discípulo de Srila Srinivasa Acharya e um amigo íntimo de Srila Narottama dasa Thakura. Ele pregou amplamente as glórias do santo nome do Senhor Krishna e iniciou muitos discípulos no serviço do Senhor Caitanya. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 11.51).

RAMANANDA RAYA foi um dos associados mais íntimos do Senhor Caitanya Mahaprabhu. O Senhor Caitanya Mahaprabhu discutia com ele os tópicos mais confidenciais da consciência de Krishna, e, na companhia dele, o Senhor Caitanya apreciava os sentimentos mais profundos do serviço devocional. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.134, Madhya-lila 7.62-67, Madhya-lila capítulo 8, e Antya-lila capítulo 5).

RAMANUJACHARYA (1017-1137) foi o principal acharya na Sri-sampradaya, uma das quatro linhas principais de mestres e discípulos vaishnavas. Seu comentário do Vedanta-sutra — Sri-bhasya — estabelece a qualificada doutrina conhecida como Vishishtadvaita, não-dualismo. Forte proponente da filosofia do personalismo, ele ensinou que embora o Senhor Supremo e as almas individuais sejam qualitativamente unos, ainda assim há uma diferença entre eles, porque o Senhor é infinito e as entidades vivas são infinitesimais. Srila Ramanujacharya viajou extensivamente ao longo da Índia, ensinando o personalismo e derrotando os proponentes da filosofia monística. Fundou setenta e quatro centros de Sri Vaishnavism e iniciou setecentos sannyasis (monges renunciados), doze mil brahmacharis (estudantes celibatários), e milhares de chefes de famílias, inclusive os reis e proprietários de abastadas terras.

RASIKANANDA PRABHU pregou a consciência de Krishna em Orissa do norte depois do desaparecimento do Senhor Caitanya. Foi o principal discípulo de Shyamananda Goswami.

RUPA GOSWAMI é conhecido como bhakti-rasacharya, o perito nos gostos do puro serviço devocional. Ele e seu irmão mais velho, Srila Sanatana Goswami, abandonaram elevados postos no governo de Nawab Hussein Shah para se unirem a Sri Caitanya Mahaprabhu. Autorizado pelo Senhor Caitanya, Srila Rupa Goswami escreveu muitos livros sobre a ciência da consciência de Krishna. Um estudo sumário do seu Bhakti-rasamrita-sindhu está disponível como O Néctar da Devoção, e seu Upadeshamrita se encontra disponível como O néctar da instrução. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.84, Madhya-lila 1.36-41, Madhya-lila capítulo 19, e Antya-lila capítulo 1).

SANATANA GOSWAMI, o irmão mais velho de Srila Rupa Goswami, era o sênior maior entre os seis Goswamis de Vrindavana. Em Varanasi, o Senhor Caitanya Mahaprabhu o instruiu em detalhes sobre a ciência do serviço devocional. O Senhor Caitanya enviou Srila Sanatana Goswami a Vrindavana e lhe deu uma missão quádrupla: descobrir os locais perdidos dos passatempos de Krishna, instalar Deidades do Senhor e organizar para Sua adoração, escrever livros sobre a consciência de Krishna, e ensinar as regras da vida devocional. Srila Sanatana Goswami, junto com Srila Rupa Goswami, cumpriu todas as quatro partes desta missão. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.84, Madhya-lila 1.35, Madhya-lila capítulos 20-24, e Antya-lila capítulo 4).

SARANGA THAKURA, um associado de Sri Caitanya Mahaprabhu, vivia sob uma árvore de Bakula em Navadvipa durante o tempo do Senhor Caitanya. Durante o dia, ele juntava materiais para a adoração das suas Deidades, e à noite, ele cruzava o sagrado Rio Ganges para se unir aos kirtanas do Senhor Caitanya. O grande devoto Murari Thakura era seu discípulo. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.113).

SITA DEVI, uma manifestação da Deusa da Fortuna, Lakshmi Devi, é a consorte eterna do Senhor Ramachandra. Quando o Senhor Ramachandra foi banido para a floresta de Dandakaranya, Sita Devi deixou os confortos do palácio real para se unir a Ele. Enquanto na floresta, ela foi raptada pelo rei demoníaco Ravana, contudo, apesar de seus esforços para desfrutar de Sua beleza, ela permaneceu sempre dedicada ao Senhor Ramachandra.

SITA THAKURANI era a esposa de Sri Advaita Acharya. Ela sempre estava absorta em amor maternal pelo Senhor Caitanya Mahaprabhu. Por causa do amor de Sita Devi, Saci Mata a escolheu como a primeira pessoa para adorar o Senhor Caitanya durante qualquer cerimônia auspiciosa. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 13.111-118).

SIVANANDA SENA, um associado do Senhor Caitanya, usou todas suas posses e riqueza no serviço do Senhor Caitanya e dos seus devotos. Ele levava um grupo de 200 devotos da Bengala para Jagannatha Puri para assistir ao festival anual de Ratha-yatra todos os anos. Ele organizava a alimentação dos devotos, pedágios, balsas, e alojamento. A família de Shivananda Sena e criados eram todos dedicados ao Senhor Caitanya Mahaprabhu. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.54-55 e 10.60-64, e Antya-lila 1.16-32, 2.22-82, 10.142-151 e 12.15-53).

SRINIVASA ACARYA era um associado do grupo que primeiro trouxe os livros dos seis Goswamis de Vrindavana para a Bengala e Orissa. Ele converteu o Rei Birahambira à religião vaishnava e ajudou a organizar o primeiro festival de Gaura Purnima, celebrando o aniversário de nascimento do Senhor Caitanya, em Kheturi.

SRIVASA PANDITA, ou Srivasa Thakura, era um associado do Panca-tattva, que consiste do Senhor Caitanya Mahaprabhu e Suas quatro expansões e energias imediatas. Todas as noites, o Senhor Caitanya e Seus associados cantavam os nomes de Krishna e dançavam na casa de Srivasa Pandita. Srivasa Pandita nunca fez qualquer esforço para sustentar os seus dependentes. Por causa da sua plena dedicação ao Senhor Caitanya e à missão Dele, o Senhor Caitanya provia todas as suas necessidades. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.8).

SWARUPA DAMODARA GOSWAMI era o secretário pessoal de Sri Caitanya Mahaprabhu. É dito que ele era como um segundo Mahaprabhu porque ele era profundamente entendido das conclusões do Senhor em Krishna-bhakti, serviço devocional a Krishna. Ele era um grande estudante bem como um músico especialista. Na companhia de Srila Swarupa Damodara Goswami a Jagannatha Puri, Sri Caitanya Mahaprabhu experimentava as emoções mais profundas do serviço devocional. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 4.105 e Madhya-lila 10.102-129 e 13.163-167).

SHYAMANANDA PRABHU, um discípulo de Hridaya Caitanya, estabeleceu o templo de Sri Radha-Shyamasundara em Vrindavana. Sob a ordem do seu mestre espiritual, Shyamananda, junto com seu discípulo principal, Rasikananda Prabhu, divulgaram a adoração e o serviço ao Senhor Caitanya por toda Orissa.

UDDHARANA DATTA THAKURA era um associado íntimo do Senhor Nityananda. Criado em uma família de comerciantes de ouro, ele se casou depois e se tornou um ministro rico. O Senhor Nityananda se hospedava freqüentemente na casa dele. Na idade de vinte e seis anos, Uddharana Datta Thakura renunciou à sua casa e família e se uniu à festa de kirtana do Senhor Nityananda. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 11.41).

VAKRESHWARA PANDITA é mencionado no Sri Caitanya-caritamrita por causa de seu dançar extático. Uma vez, na casa de Srivasa Thakura, ele dançou em êxtase constante por setenta e duas horas. Ele fez muitos discípulos, especialmente em Orissa, entre eles Sri Gopala-guru Goswami. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.17-18).

VAMANADEVA é a encarnação do Senhor Krishna como um brahmana anão. O Senhor Vamanadeva implorou de Bali Maharaja três passos de terra. Quando o pedido foi concedido, o Senhor Vamanadeva assumiu uma forma gigantesca e com dois passos cobriu a terra primeiro, e então o universo inteiro. No terceiro passo, Bali Maharaja ficou satisfeito em receber o pé de lótus do Senhor em sua cabeça. (Veja Srimad-Bhagavatam, 1.3.19, 2.7.17 e Oitavo Canto, capítulos 20-23).

VAMSHIDASA BABAJI MAHARAJA era um devoto paramahamsa que às vezes vivia em Navadvipa na época de Srila Bhaktisiddhanta Saraswati Thakura. Usava só uma tanga e comia o que chegava até ele. Vamshidasa Babaji Maharaja viajou por toda a Índia, visitando lugares santos. Ele adorava o Senhor Krishna em uma plataforma espontânea que os neófitos no caminho de devoção não podem imitar.

VAMSIVADANANDA THAKURA escreveu muitos doces poemas que expressam sua devoção por Krishna. No dia em que ele apareceu, o Senhor Caitanya e Sri Advaita Prabhu estavam na casa dele na Bengala. Depois do desaparecimento de Srimati Vishnupriya Devi, adorou as Deidades dela em Navadvipa.

VARAHADEVA é a encarnação javali de Sri Krishna. Ele assumiu a forma de um javali para erguer o planeta terra da submersão no Oceano Garbhodaka com Suas presas. O demônio Hiryanyaksha tinha lançado o planeta terra neste oceano, mas o Senhor apunhalou o demônio com Seus dentes e salvou a Terra. (Veja Srimad-Bhagavatam, 1.3.7 e 2.7.1 e Canto três, Capítulos 13, 18 e 19).

VASUDEVA GHOSH, um associado íntimo do Senhor Caitanya, era conhecido pelo seu kirtana. O Sri Caitanya-charitamrita diz que quando Vasudeva Ghosh liderava o kirtana, madeira e pedra se derretiam ao ouvi-lo. Ele compôs muitas canções sobre Sri Caitanya Mahaprabhu. Vasudeva Ghosh e seus irmãos Govinda e Madhava são os associados eternos do Senhor Caitanya e do Senhor Nityananda Prabhu. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.115, 11.14-15, 11.19 e 11.88).

VIRACANDRA PRABHU era o filho da segunda esposa do Senhor Nityananda, Vasudha Devi, e era um discípulo de Sri Jahnava Devi, a primeira esposa do Senhor Nityananda. Ele é considerado uma encarnação de Kshirodakasayi Visnu.

VISNUPRIYA DEVI era a esposa do Senhor Caitanya antes de Ele tomar sannyasa. Depois do Seu sannyasa, ela viveu uma vida de severa austeridade. Diariamente, separava um grão de arroz para cada volta do mantra Hare Krishna que cantava. Ao término do dia, cozinhava e oferecia estes poucos grãos ao Senhor Caitanya, e isso era sua comida. Ela é uma manifestação da energia interna do Senhor. (Veja o comentário Bhaktivedanta do Srimad-Bhagavatam, 4.23.20).

VISVANATHA CAKRAVARTI THAKURA, um grande acharya vaishnava, apareceu em 1674, onde é agora o distrito de Nadia da Bengala Ocidental. Durante sua época, ele serviu como o protetor, guardião e acharya da linha Gaudiya vaishnava. Ele escreveu mais de quarenta textos em sânscrito sobre a ciência da pura devoção, inclusive comentários do Srimad-Bhagavatam, Bhagavad-gita, e os livros dos seis Goswamis. Suas oito orações para o mestre espiritual são cantadas diariamente pelos Gaudiya vaishnavas.

VISVARUPA era o irmão mais velho do Senhor Caitanya. Ele é considerado uma expansão parcial do Senhor Nityananda. Numa idade precoce, ele deixou sua casa para tomar sannyasa. Em 1431, desapareceu em Pandarpura no distrito de Solapura, Índia. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 10.106, 13.74-80, e 15.11-14 e Madhya-lila 9.299-300).

VRNDAVANA DASA THAKURA foi o autor do Sri Caitanya Bhagavata, uma grande biografia do Senhor Caitanya Mahaprabhu. Ele é considerado a manifestação de Vyasadeva dos passatempos do Senhor Caitanya. Nasceu logo após o desaparecimento de Sri Caitanya Mahaprabhu. Na idade de vinte anos, aceitou iniciação formal do Senhor Nityananda. Sob a ordem do Senhor Nityananda escreveu o Sri Caitanya Bhagavata. (Veja Sri Caitanya-caritamrta, Adi-lila 8.33-42 e 11.54-55).

X
CAPTCHA
This question is for testing whether or not you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Image CAPTCHA
Enter the characters shown in the image.